CANAIS DE VENDA
(15) 98826-2617
CHAT
WHATSAPP
E-MAIL

Sorocaba ganha usina de energia solar com recarga para carros elétricos

Imprensa

O bairro Campolim, em Sorocaba, acaba de receber uma usina de energia solar fotovoltaica que vai gerar, em média, cerca de 7.200 kWh (Quilowatt-hora) por mês. Para se ter uma ideia, esse montante é capaz de abastecer, mensalmente, de 28 a 30 residências. A usina contará também com o primeiro charging point para carros elétricos alimentado com a energia solar gerada pelas placas fotovoltaicas, de Sorocaba. O processo é devidamente regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A usina será inaugurada no próximo dia 25/7, quinta-feira, às 9h no Espaço Planeta (foto), na Avenida
Professora Izoraida Marques Peres, 1.150. A iniciativa é da Construtora Planeta, que contratou a empresa
ForGreen para executar o projeto. O lançamento da usina conta com apoio da Nordic Volvo que, durante o
evento de inauguração, fará uma demonstração com carros elétricos do uso da tomada de recarga de
veículos.

A usina
O Espaço Planeta ganhou uma cobertura de estacionamento composta por painéis fotovoltaicos que, além
de abrigar os veículos estacionados e protegê-los do sol e da chuva, vão gerar energia solar. Também
recebeu painéis fotovoltaicos o telhado do apartamento modelo decorado do empreendimento Vermont
View, da Construtora Planeta, no Campolim.
A solução funciona da seguinte maneira: os painéis fotovoltaicos convertem a luz solar em energia elétrica.
Ao receber essa energia, o sistema adequa a tensão e a corrente para que ela seja utilizada nos imóveis.
Essa energia será usada durante o dia no Espaço Planeta e seu excedente – a quantidade não utilizada – será
enviado à rede de distribuição elétrica da cidade, que a destinará instantaneamente a outras unidades
consumidoras como casas, condomínios, repartições públicas, empresas e comércios.
A energia gerada pela usina do Espaço Planeta e cedida à rede elétrica local é compensada em forma de
créditos para abater o consumo da conta de luz. Esses créditos serão usados em parte para abater o
consumo local quando não houver geração à noite, por exemplo. E ainda haverá uma parcela que será
destinada aos escritórios administrativos da construtora, em outro endereço.
A geração de energia por meio de tecnologia fotovoltaica tem ganhado cada vez mais espaço. O sol,
sobretudo em nosso país, é uma fonte de energia alternativa bastante eficaz e confiável, pois sua incidência é alta em praticamente todas as regiões. Ao contrário de países como Inglaterra e Irlanda, por exemplo, cujo clima é predominantemente frio e nebuloso, o Brasil goza de dias ensolarados quase o ano todo, com oscilações climáticas pontuais.

O processo de geração de energia elétrica a partir da energia solar não emite dióxido de enxofre (SO2), óxidos de nitrogênio (NOx) e dióxido de carbono (CO2) – todos gases poluentes com efeitos nocivos à saúde humana e que contribuem para o aquecimento global. A energia solar também se mostra vantajosa em comparação a outras fontes renováveis como a hidráulica, por exemplo, pois não requer áreas de alagamento como as hidrelétricas, podendo ser construída junto à unidade consumidora. A vantagem desta solução é tamanha que o Ministério do Meio Ambiente tem desenvolvido diversos projetos para suprir demandas energéticas de comunidades rurais e isoladas no país.

Carregamento de carros elétricos

A construtora também implementou no Espaço Planeta uma estação de
carregamento rápido (22W) de carros elétricos, em parceria com a ForGreen. A estação terá cabo compatível com diversas marcas e modelos de veículos.
Ao lado das bicicletas, carros elétricos são considerados os melhores recursos para
mobilidade ecologicamente correta. Eles respondem às questões climáticas mais
críticas da atualidade: emissão de gases poluentes e dependência de combustíveis
fósseis – que não são renováveis.

Embora este tipo de veículo seja mais comum na Europa, Ásia e Estados Unidos, alguns países vêm
estabelecendo prazos para “banir” veículos com motores a combustão. A tendência é que, em um futuro não
tão distante, carros elétricos ocupem boa parte das ruas e avenidas das cidades.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *