CANAIS DE VENDA
(15) 98826-2617
CHAT
WHATSAPP
E-MAIL

Quer comprar um apartamento na planta? Então veja 5 pontos importantes a considerar

Dicas

Se você está pensando em mudar de imóvel, porém quer tomar decisões com calma e fazer um bom investimento, que tal comprar um apartamento na planta?

Adquirir um imóvel que ainda está sendo construído pode ser o ideal para conseguir um espaço moderno, adaptado às necessidades cotidianas atuais e com excelente infraestrutura. No entanto, muitos cuidados precisam ser tomados para que essa seja uma compra segura e saudável.

No post de hoje, vamos falar sobre várias coisas que você deve levar em consideração ao avaliar a compra de um imóvel na planta. Confira!

1. O imóvel ainda não existe

A primeira coisa para se ter em mente é que você está comprando um projeto, uma ideia ou uma promessa. Por isso, antes de tudo, você deve buscar uma construtora de confiança, avaliando referências, empreendimentos já construídos e indicações de amigos.

Analise o histórico de construções, verifique se a empresa não tem processos em andamento e se os projetos estão registrados na prefeitura. Ter uma ficha limpa é um sinal de credibilidade no mercado.

Em seguida, ao avaliar o empreendimento, registre todas as informações que receber, como panfletos, livros, documentos e e-mails do corretor, tire fotos da maquete e também do acabamento do apartamento-modelo. Você poderá usar esse material posteriormente para exigir a entrega do que realmente comprou.

2. O preço deve ser calculado a prazo

Quando você compra o imóvel na planta, está auxiliando a construtora a financiar o projeto daquele empreendimento, por isso, pagará menos do que se estivesse comprando o mesmo apartamento pronto. Mesmo assim é normal você ainda pagar juros e correções ao longo da obra, caso não pague a vista.

Na maior parte das vezes, você paga as parcelas diretamente para a construtora ou incorporadora, sendo que o ideal é quitar o imóvel até a entrega. Normalmente, a correção de valores se dará pelo INCC (que costuma ficar entre 6% e 7% ao ano) até o imóvel ser entregue. Porém, após a entrega, caso o imóvel não esteja quitado, você abrirá um financiamento com o banco, o que poderá acrescentar cerca de 20% ao valor do imóvel.

Por isso, ao analisar as parcelas, faça contas e calcule tudo, para entender o quanto você vai realmente pagar pelo imóvel. Talvez seja mais vantajoso dar uma grande entrada ou pagar parcelas maiores para evitar os juros do financiamento.

3. Os documentos devem ser lidos com cuidado

Ao negociar um imóvel na planta, você terá uma coletânea de documentos para ler. E o recomendado é ler tudo mesmo. Entre os documentos importantes, estão:

Memorial descritivo

Contém todos os dados sobre o acabamento e os demais materiais usados no empreendimento, com detalhes sobre as partes comuns e também sobre cada unidade.

Não deixe de ler e entender bem quais são os materiais e o que será entregue com o apartamento. Algumas construtoras vão entregar piso e bancadas, outras não; em algumas, você poderá fazer algumas opções (como escolher cores e materiais), enquanto em outras não.

Saiba tudo e questione o corretor se tiver dúvidas, para que não haja surpresas desagradáveis na entrega.

Minuta de contrato

A minuta é o “rascunho” do seu Contrato de Compra e Venda, na qual você poderá ler detalhes sobre condições de pagamento, valores, detalhes sobre a unidade adquirida e prazo de entrega. Existirão várias cláusulas contemplando os direitos e deveres seus e da outra parte (no caso, a construtora), que você deve entender bem. Se houver dúvidas, não hesite em contatar a construtora ou mesmo um advogado.

Convenção de condomínio

Se já houver a convenção de condomínio do empreendimento, peça uma cópia para entender bem as regras. É importantíssimo saber como será o convívio antes mesmo de se mudar. Algumas coisas podem te fazer mudar de ideia, como a proibição de animais ou um rodízio de vagas, por isso, é bom se informar antes de assinar o contrato.

Seguros

Ao comprar um imóvel na planta, normalmente é feito um seguro que protege tanto a construtora no caso de não pagamento, quanto você caso algo não seja entregue ou ocorra algo diferente do combinado.

Em alguns seguros, o beneficiário é somente a incorporadora (que será indenizada caso haja quebra de contrato). Certifique-se de que você também será beneficiário desse seguro antes de assinar, para que não tenha prejuízo em caso de atraso ou paralisação da construtora.

4. É importante conhecer a região antes da compra

Se você gostou das condições e do imóvel, vale a pena, então, conhecer a região. Nem sempre o stand de vendas será no local onde o empreendimento será construído, portanto, é importante que você reserve um tempo para ir até lá algumas vezes, em diferentes horários para analisar o ambiente e conhecer a vizinhança.

É importante ir em diferentes dias e horários para entender bem o trânsito, o movimento e a segurança do bairro. Aproveite também para conhecer o canteiro de obras da construtora e ver como é a organização dela no local da construção.

5. As vantagens são muitas, porém existem desvantagens

Comprar um imóvel na planta oferece muitos benefícios para o comprador, como:

Garantia da construtora

Você receberá tudo novinho e terá uma garantia (normalmente de 5 anos) para quaisquer problemas que apareçam no imóvel.

Facilidade de pagamento e tranquilidade

Você poderá pagar diretamente à construtora e também fazer um financiamento, para que as parcelas fiquem bem pequenas. Com o longo prazo, também poderá se planejar para fazer a mudança com calma.

Imóveis modernos

Por estar comprando algo que acabou de ser lançado, você terá um imóvel moderno, sustentável e adaptado às necessidades de hoje, contando com acabamentos sofisticados e plantas inteligentes.

Segurança e lazer

Muitos dos imóveis novos já contam com novas tecnologias de segurança, o que é um alívio para o morador. Além disso, muitos empreendimentos são entregues com área de lazer completa, entendendo a necessidade de ter o lazer dentro de casa para garantir segurança e evitar desgastes no trânsito.

Liquidez

Como você comprou o imóvel na planta e pagou menos por isso, terá maior liquidez e poderá recuperar o dinheiro facilmente ao vender ou mesmo alugar o imóvel para ter uma renda fixa.

Todavia, existem também algumas desvantagens, como risco de atraso, alterações imprevistas em acabamentos e, claro, o valor dos juros.

Como você pode ver, existe muito a ser considerado ao comprar um apartamento na planta. O importante é ler todos os documentos e escolher uma construtora de confiança, para ter mais tranquilidade na aquisição do imóvel ideal.

O que achou deste texto? Ajudou você a decidir sobre comprar um imóvel na planta? Então, clique aqui para conhecer alguns dos nossos empreendimentos e descobrir qual deles combina com você!

E, para continuar por dentro das nossa notícias, acompanhe-nos no Facebook e no Instagram!

Confira sua chance de adquirir uma casa em um residencial em Sorocaba

Confira sua chance de adquirir uma casa em um residencial em Votorantim

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *